25
Jan 10

Wlademir Dias-Pino: enciclopédia visual

Semana retrasada lançamos o site Enciclopédia Visual dedicado à obra de Wlademir Dias-Pino, e neste espaço se encontra a sua produção em poesia, design, ilustrações e textos teóricos escritos por ele e por críticos de sua obra.
Assim como o site Poema Processo a realização é do grupo PLACE coordenado por Rogério Camara. O trabalho obteve apoio do CNPq e contou com a participação de Hugo Cristo, Priscilla Martins, Lívia Rimolo e Ivan Cosenza.


21
Dec 09

Poema Processo

Está no ar o site Poema Processo realizado pelo grupo PLACE coordenado por Rogério Camara e com apoio do CNPq. Participaram  do projeto Hugo Cristo, Priscilla Martins, Lívia Rimolo e Ivan Cosenza. Contamos com o acervo e toda atenção dos poetas Wlademir Dias-Pino, Neide de Sá e Regina Pouchain.
Site visa divulgar o movimento de mesmo nome, ocorrido na poesia de vanguarda brasileira, inaugurado, formalmente, em dezembro de 1967 e encerrado com o Manifesto de Parada Tática em 1972.
Liderado pelos poetas Álvaro de Sá, Neide Sá, Moacy Cirne e Wlademir Dias-Pino, o movimento pretendia-se inovador ao propor um desmonte nas formas estabelecidas de criação de um poema. Aderiram ao grupo poetas de todo o país e publicou-se de maneira mais expressiva nos estados do Rio de Janeiro e do Rio Grande do Norte.


22
Aug 09

Pinturas falantes

Diz-se que vivemos em mundo da imagem, mas parece que não se sabe mais olhar. No museu as pessoas apelam para tudo para entender o que não olham diretamente: legendas e textos de toda espécie. Assim, como a particularidade física e plástica da imagem passou a importar menos que o discurso, a China montou exposição em que reproduções de pinturas famosas falam e se explicam.


22
Aug 09

Do Crédito

cofre_forte

Nova York, 2009.

No mundo do crédito, quem vai atrás da poupança do Tio Patinhas? Talvez as empresas.


13
Aug 09

Os Estados Unidos, a Disney e vice-versa.

Consta que Baudrillard teria dito que a Disney Word existe para provar que os Estados Unidos é real. Pulei então a etapa de convívio com o Pluto e fui direto ao centro da realidade, mas quando se dá de cara com a Times Square ou se vê manequins vivos se exibindo nas vitrines da Quinta avenida e o povo correndo para a foto, percebemos a falta que fez o estágio com o Pateta.