sosreversos

Fragmentos de Sosreversos, Rogério Camara ,1996

Rever, Augusto de Campos,1970

Comecemos por falar do título deste blog.

Quando iniciei minhas pesquisas sobre a poesia visual brasileira em 1996, realizei alguns poemas gráficos muito influenciados pela poesia concreta. Pude publicá-los em 1997 em livro de minha autoria intitulado Tipográficos com impressão serigráfica e edição limitada.

O poema Sósreversos, que integra este livro, é uma releitura do poema Rever de Augusto de Campos publicado originalmente no livro Equivocábulos (1970) em folha solta de acetato transparente. Uma única palavra que se espelha.

Sósreversos segue o mesmo princípio de espelhamento. No entanto, o núcleo de letras da palavra-título desdobra-se por doze pranchas quadradas formando outras palavras e frases (só o/eve/os reversos/só rever/sósreversos/o reverso…) e estas aparecem relacionadas a um determinado símbolo (de homem, mulher, relação, gestação, etc.). Veja os exemplos acima.

Tags: ,

Leave a Reply

Your email address will not be published.